terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Em Porto de Abrigo




Jangada de pedra,
À deriva no mar,
O vento desalinhava os meus cabelos
Molhados da brisa marinha,
Só por ti vou lutar
Em ti ancorei o coração
Vento o leva vento o trás
Noite o leva dia o trás,
No teu colo, no teu abraço,
Vou aquietar minha alma
Com os acordes de um violino,
Meditar no silêncio
E descobrir o vazio,
Olhar á minha volta
Respirar as cores da primavera
Pintar uma tela de mil cores
Ao som de uma guitarra
Adormecer na jangada
Acordar nos teus amores..
No teu doce abraço..
Coberta de flores.
Beijos da Ell

6 comentários:

bichodeconta disse...

Assim não brinco!!!! Beijos.Ell

bichodeconta disse...

Vim a procura de um mimo... Vou deixar um abraço do tamanh do mundo...Ell

marazul disse...

ai bicho de conta vou passar minha doce vontade de te abraçar e em mim juntar o teu desejo de sentir o perfume que do calor dos corpos se liberta!!!!!!!!!!!
um beijo elllllll

~*Vica*~ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
bichodeconta disse...

Chegou a primavera,e quem me dera
Surpreender a lua , austera
Vejo o brilho do sol a luz da lua
Na vontade indomável de ser tua
E de repente, lua e sol está diferente
No teu abraço eu estava núa
Chamaram as estrelas cintilantes
Sorriram e dançaram , em redopio
Como quem dança ao luar
Em perfeito desvairio
Á volta brilham as estrelas
Num brilho de várias cores
Chegou a primavera e para ti
Vai este ramo de flores..
12/03/07 ell

bichodeconta disse...

Flores que não consegui deixar..
Adoro-te Beijos ell