quarta-feira, 14 de março de 2007

Dia do Pai





Dor e magoa, revolta e sofrimento

A partida, abalada,

Cresce o desejo na vontade

No amor, no brilho do olhar

Pai partis-te, deixas-te o vazio

A lembrança e a vontade de abraçar

Na chegada o sorriso, na abalada a lagrima

hoje as palavras de quem ficou

São sempre para Ti,

Um ano de saudade, um ano de amor que nao partiu

um beijo com amor PAI

3 comentários:

bichodeconta disse...

Com amor um abraço, a voces, pais que partiram sem deixar aviso.. A ti com amor um abraço porque te amo e porque contigo partilho a dor da perda.. Contigo partilho a vida , e também porque contigo quero partilhar a parte de ti que está entre nós.. A mãe, as mães..

Bichodeconta disse...

O domingo aproxima-se, era então sábado, e no calendário assinalava-se o vigésimo quinto dia... A notícia chegou fria,traiçoeira ,Dia mau para quem perde o pai... Este domingo vai ser díficil, e gostaria de num abraço envolver todos os que contigo sofreram esta perda..

be disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.